Ir para o conteúdo Pular para o menu principal
  1. Home
  2. Atacado e Varejo
  3. Descubra quais materiais de construção não podem faltar na sua loja

Descubra quais materiais de construção não podem faltar na sua loja

Por Ciser Publicado em 10 de março de 2020
Atualizado há 1 mês

Quer ter uma loja preparada para atender às necessidades dos clientes? Saiba quais são os principais materiais de construção civil que você deve manter em estoque.

A compra de materiais de construção para a realização de um projeto está entre as principais etapas de uma obra ou reforma. Nos dois casos, é comum que os consumidores precisem de uma grande quantidade de produtos. E encontrá-los no mesmo local pode ser bastante vantajoso. 

Se você deseja fidelizar o seu cliente, deve prezar pela qualidade e a variedade de produtos na sua loja. Assim, o seu negócio será lembrado como aquele que oferece, em um único lugar, as soluções para todas as etapas de uma obra.

Um grande desafio do mundo varejista é garantir que os materiais certos estejam sempre no estoque. Você já sofreu com a falta de produtos na sua loja ou com materiais que apenas ocupam espaço no estoque e não têm saída? 

Para ajudar você a fazer compras com mais assertividade, listamos os materiais para obras que não podem faltar em uma loja de construção de pequeno, médio ou grande porte. Entre eles, argamassa e concreto.

Confira a lista dos materiais de construção essenciais para sua loja de revendas

1. Cimento

O cimento é um dos produtos mais utilizados na construção civil. De acordo com Alexandre Kendi, associado do Sincomavi e diretor do Depósito de Materiais para Construção Irmãos Suguiura, o cimento também é a categoria mais procurada nas lojas de construção. 

Uma novidade que tem conquistado muitos clientes é o cimento sustentável. Ele é produzido com resíduos das indústrias termelétrica, siderúrgica, de fundição e de carvão mineral. Esse material gera menos emissões de carbono e demanda muito menos energia do que o cimento tradicional. 

2. Tijolos

Os tijolos também são componentes fundamentais para a realização de obras e reformas. Há milênios são posicionados uns sobre os outros, sucessivamente, até formarem grandes estruturas. Mas, foram se modificando ao longo do tempo e se tornaram mais resistentes e duradouros.

Os tijolos também são grandes aliados da decoração. Há uma grande variedade que pode ser usada para construir estilos diversos. Por exemplo, os tijolos laminado e maciço são ideais para ambientes mais rústicos. Já o refratário é mais indicado para churrasqueiras e fogões à lenha.

Parede de tijolos

Paredes de tijolos são muito comuns na construção civil.

3. Telhas

As telhas, principalmente em conjunto que se encaixam umas às outras, são usadas para a cobertura de telhados de todos os tipos, sejam expostos ou embutidos. As mais comuns são fabricadas em cerâmica. Mas, há outros tipos de materiais, como:

  • pedra;
  • fibrocimento (mistura de fibras e amianto);
  • metal;
  • plástico;
  • vidro;
  • argila;
  • madeira.

Há também as telhas fotovoltaicas, que tornam o dia a dia mais sustentável e reduzem os gastos com energia elétrica. Apesar da tecnologia ainda ser recente no Brasil, por sua capacidade de gerar energia limpa sem prejudicar a estética, a tendência é se popularizar.

telhas fotovoltaicas

Telhas fotovoltaicas têm ganhado espaço nas obras atualmente.

4. Argamassas

Um produto obtido a partir da mistura de areia, cimento e água. Mas, também pode receber cal. Há duas opções de massa: industrializada ou preparada na obra. A argamassa é utilizada no revestimento ou assentamento de alvenarias. Também pode unir materiais, impermeabilizar e nivelar superfícies.

Uma novidade é a argamassa polimérica pronta. Comercializada pronta para uso, reduz o consumo de água em 95% e os gastos com alvenaria em 40%. Além disso, rende 20 vezes mais que a tradicional e torna as construções entre 3 e 4 vezes mais rápidas.

Conheça 5 dicas para aprimorar o seu ponto de vendas

Variedade de pisos

Os pisos são materiais de construção muito comuns e frequentemente utilizados em diferentes obras.

5. Pisos e revestimentos

Pisos e revestimentos também são bastante procurados nas lojas de materiais de construção. Utilizados no acabamento inferior dos imóveis, eles não afetam apenas o design do projeto. Esses materiais ajudam a proteger e impermeabilizar superfícies, protegendo-as contra infiltrações e desgastes em geral.

Há muitos tipos de pisos e revestimentos disponíveis no mercado. Um material muito usado é o mármore. Capaz de trazer requinte e sofisticação para os ambientes, a pedra é bastante versátil. Ela também pode ser aplicada em paredes inteiras, para separar ambientes ou em painéis. 

6. Tintas

As tintas, substâncias líquidas compostas por corantes e aglutinantes, existem para melhorar o acabamento dos ambientes ou deixar mais estilosos. Elas são usadas para fazer a pintura de paredes internas e externas, esquadrias e objetos em geral. 

Além de uma função estética, esse material também tem outras importantes funções. Isso porque ajuda a proteger, impermeabilizar e facilitar a limpeza de superfícies.

Existem alguns tipos de tintas mais aplicadas em pequenas e médias construções, É possível citar: 

  • látex PVA;
  • acrílica;
  • a óleo;
  • esmalte;
  • verniz acrílico;
  • verniz poliuretano;
  • verniz fenólico;
  • antibactericidas (prometem eliminar 99% das bactérias das paredes, facilitando a limpeza).

7. Madeiras

Por ser um material resistente e relativamente leve, a madeira é bastante usada para a sustentação de construções. Além disso, ela também está presente em quase todas as etapas de uma obra — desde em estruturas, formas e esquadrias até em pisos, revestimentos, mobília e decoração.

A madeira é um material que traz grandes vantagens para os clientes, como bom isolamento térmico e acústico. Isso então reduz os gastos com energia durante o uso da edificação. Também pode facilitar a construção de projetos sustentáveis.

Desse modo, é importante procurar madeiras com certificações florestais. Elas garantem que o produto provém de florestas manejadas adequadamente. Ou seja, produzida seguindo processos que respeitam o meio ambiente e as comunidades do entorno.

Saiba como aplicar a sustentabilidade à construção civil



8. Materiais hidráulicos

Uma das primeiras etapas de toda obra é o planejamento e a execução do sistema hidráulico. É preciso de água disponível em pontos de uso, como pias e chuveiros, além do direcionamento correto do esgoto para a rede pública de tratamento.

Para montar o sistema responsável pela distribuição de água e esgoto de um imóvel, são necessários muitos componentes. Entre eles:

  • tubos;
  • conexões;
  • ralos;
  • grelhas;
  • torneiras;
  • registros.

Esses produtos são necessários no dia a dia, mas também servem para decoração na casa. Portanto, uma boa loja de materiais de construção precisa oferecer ampla variedade de tipos de acabamentos, além de não poder faltar materiais hidráulicos.

Materiais hidráulicos comuns na construção civil

Materiais hidráulicos devem ser bem escolhidos para a construção civil.

9. Materiais elétricos

Fios, tomadas, cabos, lâmpadas e interruptores são materiais elétricos indispensáveis para a realização de qualquer obra. Esses componentes são responsáveis pela condução da energia da rua para dentro do imóvel. Garantem assim que os usuários do espaço tenham acesso à energia elétrica em sua rotina.

A popularidade da internet  e o desenvolvimento da tecnologia devem fazer a automação elétrica se tornar cada vez mais comum. Ela permite o controle de todo sistema elétrico de uma resistência por meio de dispositivo conectado que seja compatível à tecnologia.

10. Fixadores

Os fixadores são indispensáveis para a realização de uma obra. Eles estão presentes em todas as etapas, desde a inicial até o acabamento. Além disso, são usados em máquinas e ferramentas usadas no processo.

Existem diferentes tipos com as mais variadas funções. Entretanto, sempre com objetivo de garantir sustentação e durabilidade. Os parafusos, por exemplo, estão desde em móveis até portas, ferramentas e materiais. Há diferentes tipos e podemos citar alguns.

Parafuso sextavado

É um dos mais comuns na construção civil. Recebe esse nome devido à cabeça em formato hexagonal, garantindo maior segurança e estabilização mais rápida. Além disso, permite aplicação de maior torque, tendo fácil utilização e grande resistência.

Parafuso auto atarraxante/soberba

Comum em madeiras, pois dispensa um furo antes de usar. Pontiagudo e com rosca mais fina e cortante, é também indicado para aplicação de outros itens. Entre eles, buchas de nylon em paredes de alvenaria, concreto e drywall, além de fixar chapas metálicas.

Parafuso telha

Responsável pela fixação, evita a infiltração de água ao estar com arruela de vedação. Muito comum na instalação de telhados e coberturas, mas sempre se deve ficar atento ao tipo de terça onde a telha vai ser fixada. Assim, determinar o parafuso a partir dela.

Existem também outros tipos de fixadores muito comuns que você pode ter em lojas de materiais de construção.

Arruelas

Trabalham em conjunto com outros fixadores para ajudar a evitar o afrouxamento. Assim, evita dor de cabeça na construção civil. O uso é recomendado com parafusos e porcas, tendo de diferentes tipos:

  • lisa;
  • dentada;
  • de pressão;
  • serrilhada;
  • ondulada.

Porcas

Há diferentes tipos, como sextavada, borboleta, calota, entre outros. São elementos de fixação que trabalham para garantir o encaixe com a rosca. Desse modo, ajuda a garantir a sustentação ao evitar o afrouxamento da peça.

Buchas

As buchas existem em diferentes tamanhos e modelos. É fundamental saber qual a necessidade, pois isso impacta no tipo de aplicação e em quanto aguenta determinado material. Servem, principalmente, para fixação e são usadas em vários locais.

  • Blocos de concreto;
  • Concreto;
  • Tijolo maciço;
  • Tijolo oco;
  • Superfícies metálicas;
  • Divisórias em geral;
  • Buchas metálicas;
  • Parede de drywall;
  • Forro de gesso.

Rebites

Selecionado para a união permanente entre duas peças, ou seja, que não vão se desfazer em momento nenhum. Não à toa, é usado para unir chapas de metal. É um fixador muito usado e bastante comum na área da construção civil.

Chumbadores

Um dos mais comuns é o modelo Parabolt. Usado na construção civil para instalar batentes, grades, portões e escadas. Isso acontece por oferecer uma alta resistência mecânica. É formado por uma haste roscada com arruela e porca, coberto por uma capa e um cone.

Barras

Geralmente atuam em ocasiões na construção civil e na indústria em que o parafuso não consegue suprir a demanda. Projetadas em aço inoxidável, apresentam maior resistência e durabilidade, resistindo a grandes tensões.

Confira outros modelos importantes de fixadores usados na construção civil. 

11. Aço

Uma liga metálica composta por carbono e ferro. Essencial para garantir a estrutura de uma obra, bem como a sustentação. Portanto, precisa ser muito resistente para aguentar servir como um suporte a colunas e paredes durante a construção.

12. Impermeabilizantes

Atua na proteção contra fungos, mofos e bactérias que podem danificar a construção. Acima de tudo, funciona como uma camada ajudando a evitar infiltrações e minimizar desgastes. Fazendo assim ter uma maior durabilidade.

A lista de produtos necessários para uma obra não é pequena. Para garantir o sucesso de uma loja de construção, entretanto, é preciso escolher bem o que vai ofertar. Assim, manter o estoque preparado para atender às necessidades dos clientes.

Durante o processo, além de selecionar os tipos de componentes, procure também boas marcas. Aquelas que tenham certificações de qualidade em relação aos materiais de construção. Isso então ajuda a garantir segurança, resistência e durabilidade.

Tenha os melhores produtos para construção em sua loja, faça um orçamento na Loja Ciser!

Gestão de estoque novidades e tendências