Confira nossa lista completa de produtos de fixação para construção civil que não podem faltar na sua obra ou reforma.

O crescimento do mercado de construção civil é sempre uma boa notícia para a economia do País. E temos boas perspectivas em mãos: a expectativa dos especialistas é que, ainda em 2020, os números do segmento voltem a subir e cresçam ao menos 3% em relação a 2019.

E uma coisa é certa: com a ascensão do mercado, aumenta também a exigência por produtos de qualidade e de confiança. Desde 1959, a Ciser faz parte dessa evolução e acompanha as tecnologias e tendências de mercado e os produtos são selecionados para a construção de grandes obras nacionais: aeroportos internacionais, estádios de futebol, ferrovias, pontes e muito mais.

Bem, escolher a marca correta é fácil. Mas cada tipo de material e superfície exigem um tipo de fixador diferente. Você sabe quais são os produtos e materiais de fixação para construção civil que não podem faltar na obra? Descubra quais são os principais materiais:

Parafusos

Não poderiam faltar em nossa lista. O parafuso é, obviamente, fundamental em praticamente todos os estilos de construção – e não poderia ser diferente na construção civil. Mas surge a dúvida: dentre os diversos tipos, qual escolher?

 1. Parafuso auto atarraxante

É pontiagudo e possui rosca mais fina e cortante. É muito usado como parafuso para madeira, já que, muitas vezes, dispensa um furo prévio na peça em que será aplicado. Como produto de construção civil, é indicado para fixar chapas metálicas e pode ser aplicado com buchas de nylon em paredes de alvenaria, concreto e drywall.

2. Parafuso telha

O nome é autoexplicativo. O parafuso telha faz a fixação e vedação do material, devido ao seu anel de vedação incluso, e é utilizado exclusivamente na instalação de telhados e coberturas.

 3. Parafuso francês

Tem cabeça abaulada – levemente arredondada, que permite o uso da chave em até 30º – e seção quadrada no pescoço, o que permite travar o parafuso quando ele é aplicado em furos quadrados ou redondos. Os parafusos franceses têm diversas aplicações, e podem ser utilizados na construção de pontes, portões, entre outros.

 4. Parafuso rosca máquina

Recebeu este nome pois seu uso é comum em maquinários, mas também é muito usado para fazer conexões entre peças metálicas finas. Os parafusos rosca máquina geralmente possuem fenda simples ou Phillips, e podem ser aplicados diretamente em furo roscado ou fixado com porca.

5. Parafuso sextavado

É um dos produtos de construção civil mais conhecidos e utilizados. Com cabeça de 6 faces (daí o nome), o sextavado tem diversas finalidades: é muito usado em construções e reparos e pode ser encontrado em máquinas e equipamentos industriais, além de estruturas metálicas, veículos e móveis de aço.

6. Parafuso Allen

Também conhecido como parafuso sextavado interno, o parafuso Allen é fundamental por outro motivo: é amplamente utilizado pelas indústrias nos motores de máquinas que trabalham na construção civil. Normalmente, apresentam classe de resistência superiores aos demais.

Veja mais: “Os principais tipos de parafusos

7. Buchas de nylon

São responsáveis por garantir a fixação dos parafusos em paredes de alvenaria. Devido ao fato de o nylon ser um material flexível, as buchas se expandem e se fixam na parede à medida que o parafuso é rosqueado.

Veja mais: “9 diferentes tipos de buchas e suas aplicações

8. Barras roscadas

O produto, como o nome já indica, é semelhante a um parafuso passante sem a cabeça: ou seja, uma barra de metal com rosca que permite a inserção de porcas por ambos os lados. São utilizadas na sustentação de luminárias, instalação de eletrocalhas e muito mais.

 9. Arruelas de vedação lisas

Servem para nivelar superfícies irregulares e, assim, melhorar a fixação de parafusos e porcas.

Veja mais: “Porcas e arruelas: quais os principais tipos de aplicação?

10. Porcas sextavadas

Fazem a fixação móvel – que pode ser desfeita a qualquer momento – de parafusos passantes (não autoatarraxantes), barras roscadas e mais, além de estarem presentes nos chumbadores Parabolt. São muito usadas em todas as fases da construção civil.

Chumbadores mecânicos

11. Chumbador Parabolt (com expansão)

O Parabolt é formado por uma haste roscada, com arruela e porca, coberto por uma capa e um cone. Após inserido no furo, o aplicador deve apertar a porca para que a haste gire, fazendo com que o cone suba e expanda a jaqueta, fixando o produto por atrito e apresentando um ponto de ancoragem. É utilizado na construção civil em geral, em instalações de batentes, grades, portões, toldos, mezaninos, escadas e mais, oferecendo uma alta resistência mecânica.

12. Chumbador Concrete Bolt (não expansivo)

É uma peça única com rosca, semelhante a um parafuso. O chumbador Concrete Bolt também é inserido no furo e aplicado por torque. Porém, possui elevada dureza superficial e é capaz de laminar os fios de rosca no concreto, distribuindo a carga de ancoragem ao longo de todo o corpo roscado embutido. Além disso, dispensa o uso de qualquer tipo de bucha. Produto indicado para fixações de equipamentos elétricos, suspensão de tubulações e aplicações leves em geral.

 13. Rebites

Um clássico dos materiais de construção civil. O rebite é um material de construção civil resistente selecionado para união permanente de duas peças – isto é, uma fixação que não deverá ser desfeita – e, por isso, é principalmente utilizado para unir chapas de metal.

{foto de rebites Ciser}

Inovação em produtos e materiais de construção civil

Qual é o futuro do segmento? Qual o futuro para comércios de material de construção pequeno e grande porte? Nos próximos 5 ou 10 anos, ainda estaremos utilizando os mesmos materiais de construção civil? A resposta é sim… a curto e médio prazo. Os produtos citados, ao lado das tradicionais argamassa e concreto, continuarão sendo fundamentais em grandes obras por décadas. Afinal, o cimento é, por exemplo, uma matéria-prima essencial para o segmento. Mas, com a chegada da Indústria 4.0 de todas as tecnologias envolvidas, o segmento está passando por uma verdadeira transformação e a venda e compra de materiais de construção também será impactada. Apesar de ser obtida a partir de pesquisas e investimentos e ter um caráter futurista, a inovação já pode ser vista hoje: com o auxílio de impressoras 3D,  por exemplo, já é possível erguer uma casa em menos de 24 horas!

Do escritório de engenharia ao canteiro de obras, as inovações trazem oportunidades incríveis para quem trabalha com construção civil, mas você precisa ficar atento. Veja bem: se o uso de impressão 3D tornar-se um ponto-chave para a construção civil, utilizando materiais que combinam cimento e fibra de vidro, você deverá utilizar diferentes tipos de parafusos. O mercado evolui constantemente e se adapta às próprias mudanças.

Quer ficar por dentro das principais novidades? Clique e veja 6 inovações na construção civil que você precisa conhecer.

Produtos mais vendidos na Ciser