Saiba o que é o metaverso, como funciona, quais avanços essa tecnologia apresenta para o seu negócio e o motivo das empresas estarem de olho nessa tendência.

Um assunto bastante comentado na internet nos últimos meses é o metaverso. A partir da declaração de Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, sobre a mudança de nome da empresa para Meta, o termo ganhou mais notoriedade e despertou a curiosidade das pessoas. 

De acordo com Zuckerberg, o que impulsionou a mudança foi o desejo de explorar mais o mundo virtual, criando ambientes online compartilhados para ir além da conexão e aproximar mais as pessoas em um novo mundo. O que será possível através do metaverso. 

Mas, se engana quem pensa que essa tecnologia ficará restrita às redes sociais e aos jogos virtuais. A expectativa é expandir para outros segmentos do entretenimento, como shows e esportes. Além disso, também irá beneficiar diferentes setores do mercado, como educação, indústria, economia e etc. 

Quer saber tudo sobre o metaverso na indústria brasileira? Continue a leitura e confira as novidades para o setor! 

O que é o metaverso? 

Apesar de ter ficado popular através das mudanças no antigo Grupo Facebook, o metaverso foi utilizado pela primeira vez em 1992. Quem citou o termo foi o escritor Neal Stephenson, no seu livro “Snow Crash”, ao retratar pessoas que viviam outra realidade em um mundo virtual, por meio de avatares. 

Dessa maneira, o metaverso pode ser denominado como um universo criado pela junção do mundo físico com o mundo virtual. É gerado um ambiente online em que interações mais avançadas do que a que estamos acostumados atualmente são possíveis independente do limite geográfico. 

Como assistimos nos filmes de ficção científica, o metaverso tem o propósito de criar um ambiente fictício e integrar as pessoas através do uso de avatares personalizados. Isso mesmo. Tudo possibilitado com o apoio de tecnologias como realidade virtual e realidade aumentada

Metaverso deve se tornar cada vez mais popular.

O conceito de ‘metaverso’ surgiu há praticamente 30 anos, nos Estados Unidos.

Como funciona o metaverso? 

A primeira coisa que você deve estar se perguntando é: como será essa nova interação possibilitada pelo metaverso, não é mesmo? Ainda não é possível prever com exatidão, pois para se tornar realidade, essa inovação depende do auxílio de muitos recursos tecnológicos. 

Porém, a mudança começa pelo comportamento dos usuários em relação ao mundo virtual. Atualmente, você acessa o que deseja e navega por onde quiser, respeitando o limite da tela do seu dispositivo, certo? Com o metaverso esse tipo de interação será diferente.

A nova tecnologia irá permitir que, com a criação do seu avatar, contendo as suas próprias características, você possa realizar diferentes programas com amigos dentro do mundo virtual. As interatividades propostas pelo metaverso não são encontradas em aplicativos ou sites, atualmente. Veja alguns exemplos:

  • fazer exercícios;
  • assistir shows;
  • realizar compras;
  • dançar. 

O metaverso e o uso de gêmeos digitais

Outra tendência que também virou pauta nas indústrias é o uso de gêmeos digitais. Esse recurso nada mais é do que cópias virtuais dos produtos ou da linha de produção com o objetivo de aperfeiçoar o processo de fabricação e diminuir gastos.   

Com a discussão do metaverso em alta, a busca das empresas por mais produtividade e agilidade ao lançar um produto no mercado, o uso de gêmeos digitais poderá se tornar uma prática ainda mais aplicada por muitos negócios, impulsionada pela nova tecnologia. 

Principais vantagens dos gêmeos digitais para as empresas:

  • redução com custos de produção;
  • simulação de testes de produtos no ambiente virtual antes de aplicar no ambiente físico;
  • análise de processos logísticos;
  • evitar desperdícios de matéria-prima. 

Todas essas vantagens e outros benefícios serão possibilitados pelo metaverso. A seguir, entenda como a sua indústria poderá desfrutar dessa inovação para tornar o dia a dia mais produtivo, agilizar os processos e se preparar para o mercado do futuro. 

Metaverso vai trazer benefícios para a indústria brasileira.

A automatização e o ganho de produtividade são pontos marcantes do metaverso nas indústrias.

Metaverso e os benefícios para o futuro das indústrias brasileiras

Desde a revolução industrial, a relação de trabalho nas empresas vem sendo transformada com o auxílio de máquinas para agilizar o serviço. O mesmo aconteceu com a revolução tecnológica que apresentou processos automatizados e ganho de produtividade para diversos setores da indústria. 

Seguindo essa trajetória, um efeito semelhante é esperado com a consolidação do metaverso. Além do impacto nos processos operacionais e produtivos das empresas, essa inovação também irá modificar o relacionamento com clientes e a relação interna de trabalho entre os colaboradores de um negócio.

Alguns benefícios que o metaverso proporcionará para a sua empresa são:

  • uso de gêmeos digitais e a substituição de equipamentos físicos para 3D;
  • diminuição dos riscos com acidentes de trabalho ao testar, virtualmente, meios de locomoção mais segura nas fábricas;
  • correção de falhas em equipamentos;
  • produção automatizada e otimizada;
  • venda de produtos ou serviços em ambientes virtuais usados pelo público-alvo para interação;
  • awareness de marca para o público presente em espaços do metaverso

Como podemos perceber, essa inovação pode ser uma oportunidade para o público interno e externo da sua empresa. O metaverso possibilita ações para melhorar os procedimentos e o dia a dia de trabalho dos colaboradores e também permite a negociação com os clientes. 

Web 3.0: ambiente favorável para o metaverso e o blockchain

Outro termo que têm se destacado é a Web 3.0, que se refere à terceira onda da internet. Ainda em implantação, essa nova fase foca em resoluções, como maior privacidade aos usuários, mais conexão com as coisas ao redor e descentralização do poder na internet

Trabalhador da indústria faz uso de tecnologia no metaverso.

Usar os recursos de tecnologia no metaverso traz impactos positivos para a indústria nacional.

Dessa maneira, a Web 3.0 proporciona o ambiente ideal para a expansão do blockchain. Esse último conceito ficou conhecido pelas criptomoedas, lembra? Mas, essa tecnologia tem capacidade de gerar conexão entre sistemas, processos e pessoas com mais segurança e sem intervenção de terceiros. 

O blockchain é uma corrente de blocos conectados que identifica objetos virtuais, a partir de códigos. Essa tecnologia pode proporcionar muitas vantagens para as empresas, pois agrega uma característica primordial da indústria 4.0: a rastreabilidade. O blockchain pode ajudar a tornar os processos mais ágeis e automatizados. 

Algumas vantagens do blockchain associado à indústria 4.0 são:

  • comunicação em tempo real com todos os colaboradores envolvidos em um projeto;
  • monitoramento da qualidade da produção na linha de montagem de um produto;
  • rastreamento em tempo real da fabricação de um item com mais segurança;
  • localização de um produto, agilizando a logística e a entrega. 

Você deve estar se perguntando como esses dois conceitos se interligam com o metaverso. Ele vem justamente para desmistificar aquele velho ditado que “internet é terra sem lei” e garantindo aos usuários a posse dos seus ativos virtuais

Outro benefício do blockchain é garantir mais confiança e segurança para as empresas realizarem suas transações financeiras. É possível empreender de diferentes maneiras, como comercializando produtos ou serviços (sejam músicas, games e etc.) ou criando novos empreendimentos dentro do metaverso.  

Presença de NFTs

O blockchain é responsável por garantir a propriedade de um item presente no metaverso: o NFT. A sigla em inglês significa “token não-fungível”, ou seja, algo que não pode ser substituído. Tem como objetivo garantir que seja um produto único, sem reprodução.

Isso acontece por meio de códigos numéricos, ajudando a criar valor e a ter um proprietário definido, está relacionado à originalidade. Usado em negociações de obras de arte digitais e também em imagens, ilustrações, figurinhas, músicas, entre outros.

O preço pode variar rapidamente, pois o fato de ser exclusivo gera o gatilho da escassez. Funciona como a lei de oferta e demanda, em que o preço sobe com a falta do produto ou cai com o excesso dele. Não esqueça também de guardar o NFT em carteiras compatíveis.

Atualmente, existem empresas especializadas em negociar tokens do tipo, ajudando na compra e venda. É um negócio extremamente popular, que cresceu 41.000% no último ano. Neymar, por exemplo, desembolsou R$6 milhões na compra de um.

Leia também sobre a Fábrica do Futuro e o que a sua empresa precisa para evoluir

Ferramentas necessárias para tornar o metaverso uma realidade no Brasil 

Homem usa a realidade virtual no metaverso.

Acessórios de realidade virtual são exemplos para melhorar a experiência no metaverso.

Após conhecer as vantagens proporcionadas por essa evolução tecnológica, você deve estar querendo saber quando esse cenário se tornará realidade por aqui, não é mesmo? Algumas ferramentas precisam estar no checklist das empresas para a implantação do metaverso no Brasil

A seguir, veja alguns elementos essenciais para que essa nova tecnologia comece a operar no país.  

Antena de internet 5G

Para desfrutar desse mundo de vantagens que o metaverso irá possibilitar será necessário uma conexão com estrutura e alta velocidade para atender a todas as demandas. Diante desse cenário, a solução são as antenas 5G, por apresentarem baixa latência e alta velocidade. 

Equipamento de qualidade

Outro ponto crucial para transformar em realidade a automatização de processos, a utilização de equipamentos 3D, a simulação de testes de produtos e outros recursos é o uso de uma máquina com um hardware potente e que suporte a renderização do ambiente virtual. 

Acessórios de realidade virtual 

Até o momento, itens como VR e headsets ainda não são muito populares, mas a tendência é que se tornem indispensáveis com a digitalização de diferentes produtos para melhorar a experiência do usuário.

Desse modo, acessórios assim vão se tornar algo básico para todos. Empresas de tecnologia já estudam formas de lançar produtos do tipo como complementares para acessar a nova realidade. A ideia é promover maior interação no ambiente virtual.

Você já sabe o que é o metaverso e como ele irá funcionar, as vantagens que oferece para as indústrias e o que o seu negócio precisa para adotar essa inovação tecnológica. Agora, que tal continuar por dentro das tendências e novidades do mercado? 

Acompanhe a Ciser pelo Youtube, Facebook, Linkedin e Instagram e tenha sempre quais são as melhores soluções para a sua empresa.

Gestão de produção na indústria 4.0