Entenda o que é realidade aumentada e conheça suas vantagens e aplicações na indústria 4.0.

A indústria 4.0 é responsável por unir os ambientes de produção a sistemas ciberfísicos. Assim, marcada por diversas inovações tecnológicas que facilitam e aceleram os processos produtivos na fábrica, trazendo maior eficiência.

Entre elas, podemos citar uma série de recursos. A Inteligência Artificial (AI), Internet das Coisas (IoT), impressão 3D, robótica, Big Data e um outro recurso muito útil e interessante: a Realidade Aumentada (RA).

Por meio dessa tecnologia, dá para projetar cenários virtuais no mundo físico. Tudo isso pode ser feito ao combinar informações em tempo real e projeções visuais, como vídeos, infográficos e animações em 3D.

Entretanto, para que isso aconteça, são necessários recursos tecnológicos. Além da internet, por exemplo, também são utilizados sistemas, sensores, câmeras e, em alguns casos, até mesmo óculos de realidade virtual.

A indústria 4.0

Existe um grande debate sobre as fases da indústria. Certo é que a quarta Revolução Industrial começou em 2011. Conhecida por ser a era dos dados, apresenta como tendência a automatização total das fábricas e a utilização da tecnologia presente no dia a dia.

As mudanças têm se acentuado cada vez mais e de modo mais rápido. O intervalo entre a primeira e a segunda revolução foi de 86 anos. Entre a segunda e a terceira, foi de 99. Já da terceira para quarta, 42. Isso ressalta a transformação digital nas empresas.

Mesmo com a acelerada mudança, ainda não entramos na indústria 5.0, pelo menos não de forma consolidada. Só vai acontecer quando a transformação interferir de maneira realmente relevante e inovadora nos processos como aconteceu anteriormente. Um exemplo seria a implementação da nanotecnologia em todas as esferas.

Enquanto a alteração não ocorre, a Ciser busca capacitar os colaboradores para a Jornada 4.0. Passando assim por todos os setores, o que permite um alinhamento de conceitos, a promoção de debates e o incentivo a uma visão de futuro sobre esse novo cenário.

Ao todo, são nove tecnologias habilitadoras:

  1. Realidade aumentada;
  2. Big Data;
  3. Internet das Coisas;
  4. Computação em nuvem;
  5. Manufatura aditiva;
  6. Integração de sistemas;
  7. Cibersegurança;
  8. Simulação;
  9. Robôs autônomos.

Aplicações da realidade aumentada

Presentes na indústria 4.0, os recursos da realidade aumentada podem fazer a diferença. Isso se dá nos processos, na manutenção ou nos treinamentos de equipes ao proporcionar agilidade, eficiência e economia a cada etapa na indústria.

A realidade aumentada pode ser usada para mudar o trabalho na indústria.

Integrar trabalhador e tecnologia por meio da realidade aumentada faz parte da indústria 4.0.

Veja a seguir como suas aplicações podem acontecer:

Processos e produção

Em conjunto com a internet das coisas, a realidade aumentada pode ser aplicada na operação de máquinas, facilitando o acompanhamento dos processos de produção.

Com auxílio de uma câmera, dá para consultar dados sobre máquina ou equipamento em tempo real. Dados como temperatura e níveis de eletricidade, além da “visão de raio-X”, que mostra a localização das peças internas de máquinas e equipamentos.

Tudo isso torna o trabalho do operador mais preciso e também permite que o gestor acesse as informações mesmo de longe. Facilitando, assim, a tomada de decisão — que pode ser feita a partir de dados atualizados — e otimizando a produção.

Se necessário, os operadores podem contar com apoio remoto de especialistas. Afinal, a realidade aumentada permite que esses profissionais visualizem a máquina como se estivessem presentes no local, prestando todas as orientações necessárias. Mais uma vez, o recurso aumenta a eficiência e agiliza a produção.

Leia também sobre oportunidades e desafios da Indústria 4.0 no Brasil!

Manutenções e segurança

Com aplicativos que sobrepõem instruções ao campo de visão, a realidade aumentada permite substituir manuais impressos e em PDF por orientações interativas. Essas facilitam muito o trabalho do operador, agilizando a manutenção industrial.

Além disso, a tecnologia também é muito útil na manutenção preventiva, pois pode identificar possíveis falhas antes mesmo que elas se tornem problemas. Minimizando assim riscos que podem ser mais trabalhosos e custosos para a empresa.

Esse tipo de manutenção também garante mais segurança para o operador, evitando acidentes com máquinas em mau funcionamento.

Outra alternativa para a manutenção é a realidade mista, em que o trabalhador visualiza os dados necessários através de óculos especiais. Isso permite manter as mãos livres para continuar o trabalho simultaneamente, dando praticidade.

Treinamentos e capacitações

Os treinamentos e capacitações são constantes e essenciais para aprimorar o conhecimento dos colaboradores da indústria. Por isso, quanto mais completos forem, melhor para se adequar às realidades da indústria 4.0

A partir de simulações dos processos industriais, é possível realizar esses treinamentos e capacitações de forma realista e precisa. A realidade aumentada possibilita a projeção de máquinas e equipamentos para que os técnicos se habituem ao funcionamento.

Tudo isso acontece de forma controlada, facilitando o aprendizado e gerando mais confiança antes de realmente entrar em ação. Além disso, o treinamento pode ser feito remotamente, compartilhando informações de qualquer lugar em que os profissionais estejam.

Experiência do consumidor

Você já percebeu que a realidade aumentada é muito utilizada na produção, mas é importante saber que ela vai além dos processos produtivos. Essa tecnologia também pode ser utilizada para aprimorar produtos, melhorando a experiência do consumidor. 

Jogos de celular, filtros de redes sociais e aplicativos de simulação de ambientes da casa que facilitam a escolha de cores são só alguns exemplos. Portanto, é essencial considerar esse recurso na criação de novos produtos e serviços, o que pode ser um diferencial nos negócios.

Confira a página especial da Ciser sobre indústria 4.0

As vantagens da realidade aumentada na indústria 4.0

Conhecendo todos os recursos da realidade aumentada, já é possível perceber que ela traz diversas vantagens para a indústria 4.0. São elas:

Aprimoramento de processos e procedimentos de fabricação

É possível tornar boa parte dos processos das indústrias mais fáceis, ágeis e precisos. Tudo pode ser feito por meio de informações em tempo real e de fácil visualização. Assim, tornando os processos mais eficientes.

Melhora na produtividade dos funcionários

Os trabalhadores da indústria conseguem ser mais eficientes em suas tarefas devido aos processos mais fáceis e ágeis. Isso então reduz o tempo de execução de cada atividade e entrega mais resultados em menos tempo.

Diminuição nos custos de produção

Quando há a melhora na produtividade, o efeito também pode ser sentido na parte financeira da empresa. Os custos de produção são reduzidos, afinal, há eficiência, ou seja, dá para fazer mais com menos.

Previsão de possíveis falhas e problemas

A facilidade de acesso a informações atualizadas e precisas permite prever possíveis problemas. Desse modo, ajudando a reduzir erros nos processos e minimizando a possibilidade de maiores problemas.

Mais segurança para os trabalhadores

Os trabalhadores da indústria conseguem ter mais segurança. Isso acontece porque há uma redução de erros nos processos devido à possibilidade de aprimorar a manutenção preventiva de máquinas e equipamentos.

Depois de conhecer todas as vantagens, já dá para dizer que vale mesmo a pena investir na realidade aumentada. A tendência vem ganhando cada vez mais espaço na indústria tecnológica e na criação de novos produtos e serviços, chegou para ficar.   

E na sua empresa? Já é aplicada alguma tecnologia da indústria 4.0 ou até mesmo as tecnologias de realidade aumentada?

Para saber mais sobre esse tema, leia outro dos nossos conteúdos e veja como a indústria 4.0 pode chegar à sua fábrica.

Gestão de produção na indústria 4.0