Conheça tudo sobre a barra roscada, um dos itens de fixação mais versáteis do mercado.

Como você bem sabe, a construção civil evoluiu muito nos últimos anos. Isso pode ser visto, claro, no amplo uso de tecnologias para aumentar a agilidade no segmento, além da criação constante de itens e soluções inovadoras. No entanto, um elemento de fixação se mantém firme no mercado há muitas décadas, sem muitas alterações em suas características, como um produto indispensável em obras de pequeno a grande porte: a barra roscada.

Devido à sua composição simples, já que é formada apenas por uma haste de metal com rosca, a barra roscada tende a ser vista por leigos como um produto de pequena importância nas obras. Mas não se engane: projetado para resistir à tensão, o item tem uma versatilidade imensa – podendo ser utilizada por diferentes setores, desde indústrias à construção civil.

E para que você entenda um pouco mais sobre a importância desse fixador, reunimos suas principais características e aplicações na construção civil: qual material é utilizado na fabricação? Quais são as classes de resistência? Quais são as principais vantagens ao utilizar barra roscada no projeto?

Confira agora!

Características da barra roscada

Também conhecida como “haste roscada”, a barra é semelhante a um parafuso passante sem a cabeça, o que possibilita a inserção de porcas por ambos os lados. Isso permite que o aplicador regule o quanto do item ficará dentro ou fora da superfície que está sendo fixada. É comum que a barra roscada seja vendida em comprimentos maiores, de 1 a 3 metros, e muitos usuários cortem a peça conforme suas necessidades.

A barra de rosca é confeccionada majoritariamente em aço carbono ou aço inox (304 e 316), materiais que conferem resistência extrema a qualquer momento. O item também pode ser encontrado seguindo as normas técnicas do ASTM (American Society for Testing and Materials): a associação é uma das maiores instituições de normas técnicas do mundo e determina padrões globais de fabricação e de qualidade, possibilitando que empresas do mundo inteiro negociem com praticidade e segurança.

Conheça tudo sobre normas e especificação de parafusos.

Rosca métrica x por polegada

Existem duas principais maneiras de caracterizar a rosca de um fixador: por sistema métrico ou por polegadas. Identificar o tipo que se tem em mãos é essencial para o aplicador, já que utilizar uma porca de rosca polegada em uma barra de rosca métrica (ou vice-versa) pode comprometer seriamente a segurança e a vida útil dos produtos. Aprenda a diferenciá-las.

Rosca métrica: é triangular, com ângulo de filetes a 60° e medição de passo entre cada filete. Ex: 1,50mm. Em sua montagem, aceita apenas outra rosca métrica de mesma bitola e passo.

Rosca polegada: também triangular, com ângulo de filetes a 60° e medição do passo por meio dos números fios de rosca dentro de uma polegada, Ex: uma rosca com 14 filetes em uma única polegada possui bitola de 7/8″. Em sua montagem, aceita apenas outra rosca de mesma bitola e quantidade de fios.

Principais tipos de rosca por polegada:

  • 1”;
  • 1/2″;
  • 1/4″;
  • 3/4″;
  • 3/8″;
  • 5/16”;
  • 5/8″;
  • 7/8″.

Uso de acabamentos

A barra roscada pode ser polida (sem acabamento) ou receber acabamentos de diferente materiais. Entre eles:

    • Zinco branco trivalente: possui cor branco-azulada e é isento de cromo hexavalente;
    • Zinco amarelo trivalente: possui cor branco iridescente, tendendo ao verde, e alta resistência em salt-spray – comumente usado na indústria automotiva e eletroeletrônica;
    • Zinco amarelo hexavalente: com coloração amarela iridescente, possui baixo custo e alta resistência em salt-spray;

 

  • Zinco ferro amarelo hexavalente: cor amarela, tendendo ao preto, alta resistência em salt-spray e custo compatível;
  • Zinco preto trivalente: isento de cromo hexavalente e com cor preta iridescente, é bastante utilizado na indústria automotiva e eletroeletrônica;
  • Zinco preto hexavalente: além da ótima resistência em salt-spray, este acabamento também garante boa estética devido à sua cor preta;
  • Zinco ferro preto hexavalente: possui excelente fator decorativo devido à sua coloração preta iridescente, além de possuir alta resistência a salt-spray;

 

Principais processos de acabamento utilizados:

  • Galvanização a frio: o acabamento é aplicado por meio de eletricidade;
  • Galvanização a fogo: a barra é imersa no material utilizado para acabamento;
  • Tratamento térmico da têmpera: a peça é submetida a uma temperatura crítica (austenitização), que pode chegar a 727ºC, e, logo após, sofre um resfriamento brusco em água ou óleo.

Veja também: “Nanotecnologia: como é aplicada na indústria?

Classes de resistência do produto

A classe – ou classificação – de resistência indica a capacidade de suporte à tração, ruptura e escoamento de uma barra roscada ou parafuso. Ela é informada por dois números, registrados diretamente no produto: quanto mais alto o número gravado, maior é a sua resistência.

Em barras roscadas, é comum que o item tenha as extremidades coloridas para identificar a classe de resistência. São elas:

  • Sem cores: classe 4.6 – Resistência ao escoamento = 240 N/mm², resistência à tração = 400 N/mm²);
  • Amarela: classe 8.8 – Resistência ao escoamento = 640 N/mm², resistência à tração = 800 N/mm²);
  • Branca: classe 10.9 – Resistência ao escoamento = 900 N/mm², resistência à tração = 1000 N/mm²);
  • Verde: aço inoxidável 304 (A2);
  • Vermelha: aço inoxidável 316 (A4).

Para terem classe a partir de 8.8, as barras precisam receber um tratamento em alto teor de carbono e costumam ser fabricadas em aço ligado. Itens com classificação de resistência abaixo disso, porém, costumam ser produzidos em aço de baixo ou médio teor de carbono.

Entenda o que é e como funciona a classe de resistência.

Principais aplicações da barra roscada

Também muito utilizada no ramo industrial, com foco na fixação de maquinários, a barra roscada recebe destaque em projetos de construção civil. Entre as diversas possíveis aplicações, estão:

  • Uso mecânico;
  • Montagem de estruturas para instalações elétricas industriais;
  • Instalações de dutos de refrigeração;
  • Rebaixos de tetos falsos em instalações comerciais;
  • Sustentação de instalações hidráulicas;
  • Sistemas de climatização;
  • Formação de conjuntos de estojos para a indústria de Óleo e Gás (barras B7).

Dicas para garantir a vida útil do produto

Ainda que a barra roscada seja um fixador reconhecido por sua resistência e durabilidade, é de extrema importância que os fabricantes, lojistas e aplicadores tomem determinados cuidados para evitar que o item seja danificado – seja por simples desgaste ou, em casos mais críticos, por quebra do produto. Entre eles:

 

  • Mescla de roscas por polegadas e roscas métricas: como já citado anteriormente, combinar utilizar uma porca de polegada a uma porca de rosca métrica é uma falha grave, pois possuem ângulo diferente e isso irá comprometer a segurança de todos os envolvidos;
  • Excesso de torque: cometido principalmente ao utilizar parafusadeiras, o erro de apertar excessivamente porcas à haste pode danificar o produto;
  • Tratamento térmico incorreto: a má aplicação de acabamentos ao produto por meio de processos térmicos pode criar uma cama de hidrogênio que fragiliza a rosca e aumenta o risco de quebra;
  • Transporte inadequado: o armazenamento e empilhamento incorretos dos produtos pode danificar as roscas e dificultar o rosqueamento.

 

Conheça 5 cuidados essenciais na montagem de estruturas metálicas.

E aí, tirou todas as suas dúvidas? Como podemos ver, a barra roscada é um fixadores mais versáteis existentes no mercado atualmente. Isso se deve, principalmente, à sua estrutura simplificada e materiais com alta resistência à tensão, corrosão e temperatura. Mas, para isso, é necessário que ela seja fabricada com materiais e acabamentos de qualidade, com o uso de tecnologias confiáveis.

Conheça agora a linha completa de barras roscadas da Ciser. Produtos que se diferenciam pela classe ou grau de resistência, sistemas de medidas (métrico ou polegada), tipos de acabamentos e aos tipos de aplicações: genéricas ou específicas.

Todos os direitos reservados

 

Produtos mais vendidos na Ciser