Lidar com outras empresas não precisa ser uma dor de cabeça, veja como o seu negócio pode ter um grande parceiro ao fazer gestão do relacionamento com fornecedores.

Dentre todas as dificuldades que um gestor tem em sua função, algumas delas podem ser ocasionadas por agentes externos. O relacionamento com fornecedores é um dos pontos externos mais importantes e estratégicos para o bom funcionamento de uma marca.

Investir em uma sólida relação de confiança com o seu fornecedor pode também trazer uma vantagem competitiva para a sua marca, justamente por ser um ponto fraco de várias empresas.

Ter um parceiro forte ao seu lado reflete na qualidade e na prontidão da entrega, fornecendo uma experiência superior ao consumidor final. Veja a seguir as 7 principais dicas de como fazer essa mudança na sua marca.

1. Alinhe seus próprios processos

Antes de organizar todo o processo com o seu fornecedor, é preciso alinhar questões internas que vão influenciar diretamente na qualidade do relacionamento com o prestador de serviço.

Dessa forma, você e o setor de compras podem transmitir uma mensagem clara e com antecedência para o fornecedor, entregando acima de tudo a transparência, que é importante em todas as etapas.

2. Crie um canal de comunicação direto e eficiente

É fundamental entender que o seu fornecedor é tão importante quanto o seu cliente , e por isso, é de suma importância que a sua empresa crie um canal de comunicação onde as informações fluam de maneira prestativa e ágil.

O canal pode ser desde uma central de atendimento telefônico até um número de WhatsApp. O que importa é o atendimento ser gerido de forma rápida para evitar prejuízos que possam vir a ocorrer no serviço.

Dessa forma, é mais provável que a confiança entre as partes evolua, podendo influenciar em um fluxo maior de pedidos e até produtos melhores. Com um relacionamento cada vez melhor, contribuirá para uma fidelização que beneficie ambos a longo prazo.

Isso impacta, por exemplo, em prazos que podem ser encurtados, preços mais baixos e outros benefícios que parceiros mais recentes não recebem. É por isso que criar um canal de comunicação direto e eficiente é o primeiro passo para uma relação saudável entre ambas as partes.

3. Preze sempre pela transparência no relacionamento com fornecedores

Manter uma linha de comunicação transparente é outro fator que ajuda muito em um bom relacionamento com fornecedores. A troca de informações verídicas aumenta a confiança de ambos os lados, beneficiando uma parceria saudável.

Além do mais, criando esse tipo de comunicação, você influencia o seu fornecedor a agir da mesma forma, pois ele cria uma confiança automática naquilo que você diz.

Dessa forma, a solução de eventuais problemas acontece de forma mais rápida, podendo inspirar uma relação duradoura entre as empresas.

Time de estoque mantendo relacionamento com fornecedores

Ter um plano de entrega confiável favorece o relacionamento com fornecedores

4. Não feche um acordo pelo menor preço

Escolher um fornecedor apenas pelo custo dos produtos é um erro cometido por diversos empresários. Por um valor muito abaixo da média, os produtos podem ter uma qualidade igualmente inferior. Por isso, o foco deve ser no melhor custo benefício e confiabilidade da marca.

Se você tem uma preocupação em criar produtos que sejam referência no mercado, com qualidade e bom acabamento, é fundamental ter um parceiro igualmente qualificado.

Além do mais, ainda que seja possível fazer a troca de fornecedores na indústria, isso não é uma prática aconselhável a se fazer com frequência. Por isso, valorize sempre as melhores condições para a sua empresa, analisando o que é entregue, qual o valor, em quanto tempo e a qualidade do material.

A rentabilidade vai muito além do aporte financeiro necessário para a transação, pois nem sempre o que cobra mais caro vai oferecer a melhor solução para o seu negócio.

5. Tenha clareza nos termos do contrato

Apesar de, na melhor das hipóteses, a sua empresa ter um parceiro confiável e com entregas rápidas e de qualidade, isso não significa que o contrato pode ser feito de qualquer maneira, levando em consideração apenas o acordo verbal.

Pelo contrário, todo e qualquer documento deve ser elaborado e lido minuciosamente para que exista segurança jurídica e sua empresa não precise passar por prejuízos legais no futuro, provenientes de alguma brecha no contrato.

Esse tópico também se relaciona com o segundo, sobre transparência, visto que os termos do contrato devem estar bem claros para ambos antes da assinatura, evitando conflitos significativos entre os lados interessados.

Outro ponto bastante importante é sempre deixar todo o processo registrado, mesmo após a assinatura do contrato, para ter segurança em caso de qualquer questionamento por parte interna ou externa à empresa, como:

  • Documentos assinados na entrega do produto;
  • Falhas que aconteceram em alguma etapa;
  • Quais e quantos produtos comprados foram entregues;
  • Qualquer outro aspecto que seja digno de controle.

6. Tenha outros fornecedores como alternativas

O ideal, como já dito, é ter um fornecedor de confiança para todas as necessidades. No entanto, você pode precisar de um plano B caso haja algum contratempo.

Dependendo do produto/serviço, a duração do problema, o grau de urgência da sua necessidade ou outros fatores, pode ser inviável esperar dias para normalizar as ações. Além do prejuízo com as entregas dos itens, há também a desvantagem competitiva com marcas que estão com a produção em dia.

Ter uma alternativa para uma eventual falha do seu fornecedor atual é uma estratégia que pode evitar dores de cabeça. 

7. Pesquise antes de contratar

Contratar um fornecedor nunca é fácil. São diversas opções e nem sempre todas as informações sobre as marcas estão facilmente disponíveis. A preocupação é sempre entregar o melhor produto para o seu cliente.

Por isso, não deixe de pesquisar a fundo todas as alternativas, incluindo os comentários de clientes que já se beneficiaram com algum material do fornecedor. Boas empresas comprovam, também, com certificações de qualidade, garantindo a performance dos produtos e trazendo confiança para os seus consumidores.

Por exemplo, a Ciser oferece fixadores que são produzidos de acordo com diversas normas e critérios rígidos para que nada saia do controle e o cliente final tenha o melhor produto em mãos. Por isso, ao pensar em relacionamento com fornecedor, não deixe de contar conosco em suas reposições.

Achou esse conteúdo útil? Então, compartilhe ele nas suas redes sociais e mostre aos colegas o que aprendeu!

Nanotecnologia