Saiba tudo o que é preciso para fazer uma instalação de drywall com eficiência e segurança.

O Drywall, traduzido para o português como “parede seca”, é uma técnica de construção de paredes que dispensa o uso de alvenaria, chapisco e reboco. Com chapas de gesso acartonado unidas por uma mistura de gesso, água e mais alguns aditivos, as paredes se tornam mais versáteis e econômicas quando comparadas às paredes de alvenaria.

Por suas vantagens, a parede seca é uma excelente opção para projetos de interiores, principalmente os que precisam ser finalizados rapidamente e pretendem gerar menos resíduos. Apesar de ser um sistema simples, a instalação de drywall exige alguns cuidados e o cumprimento de uma série de etapas que podem ser feitas.

Saiba mais sobre as vantagens do drywall e suas aplicações.

Para ajudar você durante o processo, fizemos um passo a passo para a montagem das paredes secas e separamos algumas dicas importantes para levar em conta. Boa leitura!

1.Compre os materiais necessários

O primeiro passo para fazer a instalação de placa de drywall é adquirir todos os materiais necessários. Existe uma grande diversidade de placas de gesso, com espessuras e comprimentos diferentes. O planejamento do projeto dirá as dimensões ideais para as placas, que devem ser adquiridas junto com as outras ferramentas a seguir:

  • lápis e régua;
  • trena;
  • nível a laser;
  • estilete;
  • furadeira;
  • parafusadeira;
  • buchas e parafusos;
  • banda acústica;
  • alicate puncionador;
  • espátula;
  • placas de gesso.

 

Conheça 13 produtos de fixação para construção civil.

2.Faça as marcações das paredes

Para ter um bom resultado com a montagem, é preciso definir a posição das paredes e marcar onde as placas serão fixadas. Também é importante fazer as marcações para portas e janelas, caso elas estejam no projeto.

A melhor forma de fazer isso é com o auxílio de um nível a laser, que é capaz de demarcar as posições no teto e no piso com bastante precisão. No entanto, caso você não tenha a ferramenta, também é possível usar régua e trena.

Atenção: para iniciar a instalação, os pisos devem estar terminados, assim como paredes e tetos em alvenaria.

3.Instale as guias e os montantes

As guias e os montantes são as peças usadas para a estrutura das paredes. As guias são posicionadas horizontalmente e os montantes verticalmente.

Para fazer a instalação, aplique a banda acústica — fita que proporciona isolamento acústico — na parte das guias que ficará em contato com outra superfície. Seguindo as marcações, posicione as guias e use a furadeira para fazer as aberturas em que parafusos e buchas serão fixados. Com a parafusadeira, use os fixadores para prender o material ao piso, parede ou ao teto. Use o espaçamento máximo de 60 cm entre os parafusos.

Os montantes deverão ser fixados nas guias já preparadas, ligando guias que estão no teto às que estão no piso, por exemplo. Eles devem ser furados e presos da mesma forma, mas posicionados a 50 cm de distância uns dos outros.

Atenção: se você pretende apoiar objetos mais pesados, como móveis e eletrodomésticos maiores, use reforços de madeira do outro lado da parede. Em pontos de abertura, seja para janelas ou portas, também é importante colocar montantes extras e usar reforços.

4. Instale as chapas

Com toda a estrutura montada, chegou a hora de fixar as chapas de drywall na estrutura. Prenda os parafusos nas peças, deixando um espaço de 25 cm entre eles e de 1 cm da borda da chapa. Procure uma argamassa específica para a placa de gesso escolhida. Esse material é necessário para vedar as partes que ficam em contato com o teto e as paredes, além de tapar os buracos sobre os parafusos.

Para as áreas que terão portas, será preciso fazer cortes. Marque o local em que eles serão feitos com o auxílio da trena ou da régua e use o estilete para dividir.

Do outro lado, que ainda não tem as tábuas montadas, use um material isolante para preencher os espaços vazios. Depois, termine de afixar as chapas da mesma forma que o primeiro lado da parede.

5. Faça as instalações elétricas e hidráulicas

Após a montagem das chapas, chegou a hora de fazer as instalações elétricas e hidráulicas, caso seja necessário. Para isso, faça os furos pelos quais os fios e canos passarão com o auxílio de uma serra copo. Use uma caixa de embutir e monte todas as instalações necessárias.

6. Faça os acabamentos

Por fim, com as peças devidamente montadas, basta fazer o acabamento da parede. Como todos os buracos já foram cobertos com a argamassa, os próximos passos são somente aplicar uma fita de papel microperfurado sobre as emendas das paredes, ajustá-la com uma espátula e aguardar que ela seque para fazer o revestimento. Você pode optar por fazer uma pintura, usar azulejos, e assim por diante.

Embora a instalação das paredes de drywall não seja um processo complicado, é importante ter um planejamento, contar com materiais de qualidade e cumprir cada etapa com eficiência para ter um bom resultado.

Produtos mais vendidos na Ciser