Entenda como a gestão da inovação pode se tornar uma prática eficaz e beneficiar o seu negócio, quando o gerenciamento é realizado da maneira correta

Se o assunto é inovação, muitos gestores afirmam que os seus negócios são modernos, atualizados e seguem algumas tendências. Mas, será que há um entendimento verdadeiro do que é a inovação e de como as empresas podem se beneficiar dessa prática?

Inovar é uma atitude que está associada à criação de algo disruptivo e funcional, que interrompe os padrões estabelecidos até então. Essas mudanças podem vir através do lançamento de novos produtos ou serviços, ou, também, em ajustes nos processos internos já existentes. 

Ao contrário do que muitos pensam, a inovação vai além de uma tendência e agrega um grande potencial de desenvolvimento para as empresas. Com o objetivo de se tornar uma atitude contínua e não uma prática passageira, é implantada a gestão da inovação

Quer entender qual é a diferença entre esses dois termos e saber como você pode inserir e gerir esse método no seu negócio? É só continuar a leitura! 

O que é gestão da inovação?

Independente do segmento de atuação da sua empresa, ao propor um método novo, você está dando um passo para a inovação. Quando há a preocupação em adaptar esse método inovador para impactar o trabalho dos colaboradores, você começa a caminhar para a gestão da inovação

Esse gerenciamento é uma maneira de garantir que a inovação seja contínua. Para isso, é necessário conduzir com sabedoria as ideias, estabelecer processos e adotar metodologias para obter os resultados desejados. Implantar a inovação depende de 3 pilares básicos: gestão, organização e planejamento.

Dessa maneira, a gestão de inovação incentiva a equipe a ter ideias criativas e ainda acompanha esse desenvolvimento. O pensamento estratégico é uma característica indispensável para essa função, pois toda nova ideia deverá ser transformada em um processo, serviço ou produto.  

Saiba mais sobre os desafios e oportunidades da inovação industrial

Benefícios da gestão da inovação para as empresas 

Você já deve estar se perguntando o que a sua empresa ganha ao adotar métodos inovadores, não é mesmo? Agora que você já entendeu o que é a gestão da inovação, é hora de compreender as vantagens dessa atitude para o seu bolso. Confira!

1. Explorar novos nichos 

A inovação pode surgir a partir da identificação de novas oportunidades. Por exemplo, através das pesquisas de mercado, você passa a entender os desejos do seu público e os pontos falhos da concorrência. Com isso, o seu negócio pode oferecer um serviço ou produto que atende as dores desses clientes e pode contribuir com um nicho de mercado pouco explorado.  

2. Aumento da competitividade no mercado

A inovação confere às empresas uma imagem de busca por melhorias nos seus serviços ou produtos oferecidos. Dessa maneira, os benefícios são diversos, como: agregar mais valor, ganhar autoridade no mercado, despertar a atenção dos clientes e transmitir mais confiabilidade diante da concorrência. 

3. Alcance de resultados

Ao estipular processos internos ou metas para a empresa, você deseja uma melhoria nas entregas, não é mesmo? Com a gestão da inovação é possível adotar diferentes soluções, como uso da tecnologia, por exemplo, para otimizar alguns processos e garantir mais produtividade para a equipe. 

4. Atração de colaboradores qualificados

Outra vantagem de uma empresa que prega a cultura da inovação é a retenção dos melhores talentos na equipe. Afinal, os bons profissionais buscam um local de trabalho que potencialize seu desenvolvimento e criatividade. Dessa maneira, os dois lados têm benefícios. 

5. Geração de lucro

Inovar não significa, necessariamente, a criação de algo novo. Ao adaptar ou melhorar o que já existe, você também está praticando a inovação. Você pode otimizar custos, economizando gastos com a produção, além de aproveitar os benefícios citados acima para gerar lucro. 

Que tal começar a desfrutar de todas essas vantagens? Vale lembrar que destacamos aqui as principais, mas cada negócio pode obter outros proveitos. Vai depender da área de atuação e da aplicação de uma gestão da inovação eficaz, pronta para monitorar cada desempenho. 

Gestão da inovação na indústria transpassa automações e chega até a robótica

A robótica faz parte da gestão da inovação nas indústrias

Como inserir a gestão da inovação no seu negócio

Para tornar a inovação uma prática constante, é hora de entender como realizar esse gerenciamento. Por isso, separamos 5 passos que irão te auxiliar a estruturar a gestão da inovação e aproveitar os benefícios que ela traz para o seu negócio. Confira!

1. Análise do cenário

Aqui é o momento de estudar o cenário, sejam os procedimentos internos atuais e seus resultados ou o mercado para determinado serviço ou produto. Assim, é possível identificar oportunidades, fraquezas e ameaças, agindo de acordo com esses dados.

2. Definição da estratégia

Com a oportunidade validada, comece a desmembrar os objetivos do projeto, ou seja, quais resultados você deseja obter com a gestão da inovação. Em seguida, estabeleça um profissional para ser o gestor e coordenar esse projeto, a equipe escalada para trabalhar no desenvolvimento e os recursos que serão necessários, como gastos, ferramentas e etc. A definição desses critérios irão nortear as demais ações no decorrer do projeto.  

3. Realização de brainstorming

Também conhecido como “ideação”, esse é o momento de conceber as ideias. É quando a equipe envolvida no projeto, se reúne para discutir soluções para um problema identificado.  Aqui, vale deixar a imaginação e a criatividade fluírem, compartilhando todas as ideias que vierem à mente.    

4. Gestão aliada à tecnologia

Uma empresa inovadora está sempre acompanhando ou lançando tendência no mercado. Por isso, o uso de diferentes tipos de tecnologia, como a instalação de antenas 5G no ambiente interno é uma prática adotada para facilitar e otimizar a comunicação e o trabalho dos colaboradores. 

5. Cultura da inovação 

Por último, mesmo que um determinado projeto inovador tenha sido concluído, é hora de despertar na equipe a cultura da inovação. Afinal, para que o gerenciamento dessa prática seja eficaz, todos os colaboradores precisam compreender a importância das suas atividades para se manterem engajados.  

Entenda quais cuidados tomar ao aplicar os processos de inovação

Antes de partir para a prática, listamos alguns pontos de atenção importantes para você considerar durante a gestão da inovação e garantir a segurança da sua empresa. Veja! 

Saiba que nem toda ideia é inovadora

Um pensamento que precisa estar claro para quem irá trabalhar com inovação é compreender que não basta ter uma grande quantidade de ideias, pois nem todas serão inovadoras. É preciso saber selecionar o que será viável, visto que inovar também requer gastos. 

Prepare-se para correr riscos

Os riscos são indispensáveis em qualquer projeto, certo? Portanto, é necessário que a liderança alinhe com toda a equipe as expectativas e quais riscos estão dispostos a correr, levando em consideração que podem ou não gerar resultados. 

Mantenha os dados protegidos 

Com a disseminação da indústria 4.0, a inovação associada à tecnologia está mais recorrente. Assim, deve-se ter cuidado com a troca de informações entre os dispositivos conectados à internet, pois estarão mais suscetíveis a ataques de hackers e até vazamento de dados dos clientes. 

Para evitar esse tipo de ocorrência, a sua empresa deve se adequar à Lei Geral de Proteção dos Dados (LGPD), que protege informações e propõe penalidades a quem não cumprir. Você também deve conscientizar a sua equipe sobre usar com responsabilidade os dados. 

No geral, investir na gestão da inovação é uma maneira de garantir que o seu negócio esteja em constante evolução. Seguindo todos os passos indicados e os pontos de atenção listados nesse texto, a sua empresa terá muito mais a ganhar e expandir no mercado. 

Gostou desse conteúdo? Conheça o Hub #Colmeia, o Centro de Inovação do Grupo H. Carlos Schineider! Acesse o site e saiba mais sobre essa iniciativa.