Descubra o que é varejo 4.0, onde é aplicado e como esse novo modelo pode transformar suas estratégias de venda e relacionamento com o cliente.  

Com a tecnologia cada vez mais na rotina de todos e as inovações fazendo parte da nossa rotina, diversas áreas de atuação começaram a sentir necessidade de inovar e usar esses recursos para promover uma entrega de produto ou serviços cada vez mais eficaz.

E com o varejo não é diferente, ao longo dos anos, ele precisou evoluir e desenvolver novas estratégias de venda para acompanhar o ritmo e hábitos de compra dos clientes. Em um mundo como hoje essa necessidade é ainda mais real, afinal, não inovar é ficar para trás e perder espaço de mercado para a concorrência.

Muito tem se falado do varejo 4.0, mas ao mesmo tempo ainda existem muitas dúvidas sobre o que é e como essa realidade impacta os comércios varejistas. Para entender o que esse termo significa, precisamos primeiro entender o que é essa nova era digital. Ficou curioso? Continue acompanhando a leitura!

 A era digital

O varejo 4.0 só existe porque vivemos em um mundo novo, onde as conexões são muito mais diretas, os hábitos são diferentes e as escolhas muito instantâneas. Vivemos em um mundo onde a internet ligou tudo, ou seja, a transformação digital já faz parte de quem nós somos, do que fazemos e do que desejamos. Não é mais algo distante que usamos de vez em quando, mas faz totalmente parte da nossa rotina, mudando nossos passatempos e até a forma como nos relacionamos com as pessoas.

Enquanto você lia, tenho certeza que já conseguiu pensar em diversas coisas que fazem parte desse mundo digital, da sua rotina e da sua vida. E é exatamente isso que caracteriza a Era Digital: um tempo diferente de tudo o que já vivemos e, bem por isso, no varejo as mudanças não poderiam ser diferentes.

 O que é varejo 4.0?

O varejo 4.0 é o novo modelo de varejo da era digital, uma reinvenção do varejo tradicional que estávamos acostumados até aqui. Ele é uma forma de colocar novas tecnologias e inovações nos processos de compra, promovendo uma melhor experiência de compra e relacionamento com o cliente. Essa nova era do varejo vai conciliar as tendências que a era digital promove para aprimorar ainda mais a entrega final oferecida aos consumidores.

Afinal, tudo mudou, não é mesmo? E talvez você já tenha ouvido falar no novo perfil de consumidor do varejo, que ao longo do tempo foi ficando cada vez mais exigente e buscando não apenas consumir simplesmente um produto, mas sim, ter uma experiência com a marca, viver sensações e ser surpreendido. Por isso, mais do que nunca, marcas que não colocam o consumidor como o centro da sua estratégia acabam perdendo em alcance, representatividade e impacto com os seus clientes.

Estamos em um momento em que as marcas não podem criar apenas mais relações comerciais com os seus clientes. Clientes são pessoas e eles querem se relacionar e viver uma experiência que agregue valor, e isso é produzido através de relacionamentos humanos e próximos, afinal, apenas qualidade do produto ou preço não são mais suficientes para atrair e fidelizar clientes.

Com acesso total à internet o tempo todo, o consumidor tem acesso a informações que não tinha até então. Hoje é muito mais fácil comparar preços, pesquisar na loja física e comprar em casa e até pechinchar com a concorrência. Por isso, mais do que nunca, os varejistas precisam estar preparados para esse novo momento.

 O que envolve o varejo 4.0?

Observando todas as tecnologias que o mercado oferece, parece ser impossível aplicar as inovações que podem oferecer essa mudança para o varejo 4.0 na realidade de um negócio pequeno ou médio. 

Mas nem todas as inovações são tão complexas ou exigem um investimento tão alto. Listamos alguns elementos que fazem parte desse varejo 4.0 para ajudar você a visualizar melhor a aplicação dentro do seu modelo de negócio:

Big Data

Para promover qualquer mudança ou inovação é essencial ter dados, números e indicadores. Sem esse tipo de informação, tudo é achismo e, em muitos casos, esses achismos podem estar muito errados, o que compromete totalmente a tomada de decisões do seu varejo. 

Existem diversas ferramentas de Big Data que podem trazer as informações necessárias para você conhecer melhor o comportamento do seu cliente, criar vínculos com informações sobre hábitos e conseguir tomar decisões muito importantes, seja em um varejo físico ou digital.

Isso se torna um diferencial competitivo no mercado, porque você passa a utilizar as tecnologias para coletar informações do seu público e, com isso, começa a conhecer hábitos dos seus clientes e também como são os seus costumes de compras.

 Omnichannel

A estratégia que até então era conhecida como multichannel agora pode ser aplicada de uma forma ainda melhor e omnichannel, ou seja, todos os canais de uma empresa são apenas um. Isso pode parecer algo bastante simples, mas sua execução é ampla. 

Essa estratégia tem como primícias o consumidor não sentir impacto ou diferença nenhuma em qualquer ponto de contato que ele tiver com a sua marca. Ou seja, ele vai ter o mesmo atendimento tanto no canal online quanto no físico. Além disso, esses canais são integrados, possibilitando experiências como comprar online e retirar na loja física e vice-versa.

Com essa estratégia, todos os canais e pontos de contato da empresa estão conectados para oferecer uma melhor experiência ao cliente, proporcionando uma percepção única, original e homogênea que é sentida em todos os pontos de contato.

CRM

CRM ou Customer Relationship Management nada mais é do que uma ferramenta para você gerir e controlar os contatos e relacionamento com os seus clientes. Existem diversos softwares desse tipo de gestão no mercado e eles podem ser imprescindíveis para promover uma experiência e um relacionamento diferenciado.

Experiência de compra

Um dos pontos principais e que mais tem sido tratado dentro desse novo varejo é a necessidade dos negócios oferecerem uma experiência de compra única e especial, o que pode fidelizar, mudar e cativar qualquer cliente.

Pense em todos os pontos de contato que a sua marca tem com o seu público e descubra formas de surpreendê-lo nos detalhes. Conheça o seu cliente, descubra o que ele gosta, ofereça mais do que o básico, mude o seu espaço de PDV, melhore a sua forma de atendimento, crie uma embalagem personalizada, enfim, tenha prazer em surpreender e promover para o seu cliente uma experiência de compra marcante.

Aqui, listamos algumas atitudes práticas que fazem parte dessa nova realidade do varejo, mas se você quer saber mais sobre como aplicar o varejo 4.0 ao seu negócio, confira esse texto.

Guia do lojista de material de construção