Entenda as diferenças entre varejo e atacado, os principais modelos de comercialização de produtos.

A escolha de um modelo conduz a definição de fatores muito importantes para o sucesso do empreendimento, como público-alvo, logística, fornecedores e preços. Por isso, é uma das primeiras decisões estratégicas que devem ser tomadas por novos empreendedores. É comum, no entanto, que surjam dúvidas relacionadas a esses dois modelos, como quais as vantagens e regras de cada um deles.

Quer encontrar a opção mais adequada para o seu negócio? Neste artigo, descubra qual a diferença entre atacado e varejo e as vantagens de cada opção.

Como funciona o atacado

O atacado é uma modalidade de vendas que trabalha com a compra, a venda e a distribuição de produtos em grandes quantidades. A venda em forma de lotes ajuda a reduzir o valor das mercadorias, que normalmente são compradas por lojistas — o varejo — e revendidas individualmente para o consumidor final.

Alguns exemplos de negócios de atacado são distribuidoras, depósitos e fábricas que repassam mercadorias para outros negócios, como redes de supermercado.

Como funciona o varejo

Como já mencionado, o varejo faz vendas diretamente para o consumidor final. Os negócios baseados nessa modalidade vendem produtos individualmente ou em pequenas quantidades, geralmente para pessoas físicas e que visam o consumo próprio.

Supermercados, farmácias, lojas de roupas e especializadas em itens para consumo são alguns exemplos de negócios varejistas.

Saiba como aplicar o merchandising no ponto de venda.

 Quais as diferenças entre atacado e varejo

Como você pôde ver, o que diferencia o atacado e o varejo é, principalmente, o público consumidor de cada modelo e o volume e a quantidade de mercadorias vendidas. A seguir, veja um quadro comparativo com as diferenças entre cada tipo de negócio.

 

Atacado Varejo
Público-alvo Empresas ou revendedores. Em geral, pessoa jurídica. Consumidor final. Em geral, pessoa física.
Quantidade de produtos Alta. Mercadorias são vendidas em lotes. Baixa. Mercadorias são vendidas individualmente.
Preço por produto Mais baixo. Mais alto.

 

 Em qual tipo de negócio investir

A escolha entre o atacado ou o varejo vai depender do seu plano de negócios e da sua área de atuação. As duas opções apresentam vantagens para diferentes tipos de empresas, por isso é fundamental avaliar a opção mais vantajosa a partir da natureza do seu empreendimento.

 Quais são as vantagens do varejo

O varejo é um setor de grande importância para a economia brasileira. Segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, ele tem um crescimento constante que impulsiona o PIB nacional, alcançando R$1,91 trilhão em 2019 e um crescimento real de 3,9%.

Além do bom desempenho, o formato traz outras vantagens para o empreendedor. A primeira delas é que, como a entrega de produtos é feita diretamente aos clientes finais, um valor maior pode ser cobrado por mercadoria, o que aumenta a margem de lucro das vendas. Por seu funcionamento, o modelo também permite um número de clientes e de vendas maior.

Para se destacar entre a concorrência, entretanto, é preciso fazer bons investimentos em marketing. Isso porque é mais fácil comprar um produto individualmente, mas o cliente deve escolher comprar no seu estabelecimento. Assim, são necessários mais esforços para tornar o ponto de venda atrativo e promover o conhecimento da sua marca, por exemplo.

Quais são as vantagens do atacado

Muito importante para o mercado de consumo brasileiro, o atacado também é um ramo em crescimento. Segundo Ranking de faturamento de 2019 da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (ABAD), o segmento teve o faturamento de R$261,9 bilhões no ano.

Como vantagens para o empreendedor, há relações comerciais mais perenes entre a empresa e seus consumidores, o que facilita a elaboração de um planejamento financeiro e aumenta a segurança sobre o faturamento. Além disso, o ticket médio também é mais elevado, já que as transações envolvem um número grande de produtos.

Os negócios baseados no modelo de atacado ainda têm menos preocupações em tornar o ponto de venda atrativo e, em comparação com o varejo, fazem menos investimentos em marketing. Apesar disso, como o volume de clientes é menor, estratégias para fidelizar os consumidores são fundamentais para o sucesso dos negócios.

Ambas as opções podem ser vantajosas para um empreendimento, desde que estejam alinhadas aos seus objetivos. É a partir da definição do produto que será vendido e da sua área de atuação que será possível encontrar a melhor alternativa para comercializar mercadorias e levar o empreendimento adiante.

Agora que você já sabe qual é a diferença entre atacado e varejo e conhece as vantagens de cada modelo, aproveite para conhecer o varejo 4.0 e os impactos desse conceito para o seu negócio.

Guia do lojista de material de construção